Sua equipe não precisa de mais metas

 

Eu acredito demais que a meta, por si só, não é o motivo que faz alguém se engajar para obter os resultados esperados

 

 

Metas são muito importantes em nossas vidas, certo? Nas empresas não é diferente. Porém, tenho visto que há casos onde existem muitas metas e pouca causa, muitas metas e pouco propósito. Eu acredito demais que a meta, por si só, não é o motivo que faz alguém se engajar para obter os resultados esperados. 

E esse é um problema que tenho percebido nas empresas. Muitos líderes são especialistas em calcular e definir as metas. Outros que são maravilhosos em comunicar essas metas; eles capricham no show pirotécnico, muito conteúdo motivacional e o go go go no final. Claro que não há nada de errado nisso, mas falta alguma coisa que na minha opinião é essencial. 

Vejo poucos líderes se preocupando em conectar cada profissional de sua equipe com as metas necessárias para a empresa. Essa conexão acontece quando o profissional, ao receber a meta, encontra algum sentido pessoal em correr atrás para alcançar. 

Existem profissionais que conseguem fazer isso sozinho e ao receberem a meta, já conectam o que eles irão ganhar se alcançarem aquela meta. O ganhar que eu estou falando não é o que já vem no pacote da divulgação feita pela empresa como premiações, bônus etc. É o que ele vai fazer com isso que realmente importa. O que tenho percebido é que quando o profissional consegue dar um significado pessoal ao alcance de uma meta da empresa, ele passa a tratar aquele meta como sendo dele, pois ele vai ganhar algo importante caso consiga entregar o resultado. 

Mas, há também os profissionais que não irão conseguir fazer essa conexão sozinhos e por isso mesmo precisam do seu líder para ajudá-los. Essa ajuda passa principalmente por 3 pontos.

 
 
 
 
 
 
http://ad.lkqd.net/vpaid/loading_icon.gif"); background-size: 40px; background-position: center center; background-repeat: no-repeat;">
 
Ads by 
 
 

CAUSA: A razão pela qual aquele profissional deve se engajar e correr atrás da meta. O foco aqui deve ser no ganho dele, não no da empresa. Por qual motivo ele vai se comprometer? Quanto mais pessoal, mais forte é esse motivo.

PROPÓSITO: A intenção, o objetivo que se quer alcançar ao corre atrás da meta. E lembrando mais uma vez, não pode ser a meta em sí o propósito, deve haver algo maior. Qual o objetivo de correr e me comprometer para entregar os resultados.

VISÃO DE FUTURO: O que eu quero mudar em vida e que entregando os resultados eu posso realizar ou aumentam as minhas chances de realizar? Qual o cenário que eu vejo caso entregue o resultado? O que vai mudar?

Metas com CAUSA, PROPÓSITO e VISÃO DE FUTURO aumentam e muito as chances do engajamento do profissional para a entrega do resultado, pois ajudam a dar um significado ao seu trabalho e a seus esforços para o alcance da meta. Um significado pessoal, é claro!

fonte:(http://www.administradores.com.br/artigos/negocios/sua-equipe-nao-precisa-de-mais-metas/106175/)

Última atualização (Qua, 09 de Agosto de 2017 09:09)

 
Alguma dúvida?

Facebook

Ads on: Special HTML
many fucking throat fucking a hitches